Ouça a Latina Brasil! Estamos ao vivo 24h por dia.

A divulgação do álbum Emmanuel está pesadíssima. Estranho seria se fosse diferente, já que o disco tem sido um dos mais escutados nos Estados Unidos desde o lançamento.

Você também pode gostar:
Billboard elege as melhores parcerias “spanglish” de 2020
Akon anuncia clipe de ‘Solo Tu’ com Farruko
EXCLUSIVO | Aitana: álbum terá pegada pop punk e chega em novembro

Nessa segunda-feira (15), Anuel participou do programa The Late Late Show with James Corden (From his Garage), edição especial em tempo de quarentena. Virtualmente, o porto-riquenho conversou com o o apresentador e revelou que cantar com Lil Wayne foi um sonho. “Eu cresci escutando ele. Ele era um dos meus heróis, dos meus ídolos”, confessou. Mas tem uma pessoa específica que poucas pessoas poderiam imaginar a vontade que Anuel tem de colaborar. “Eu gosto da música da Billie Eilish. É diferente… Minha música não é como a dela, mas eu gosto do trabalho que ela faz, sua vibe. Ela é a única atualmente que eu gostaria de trabalhar”. 

A música escolhida para ser apresentada foi No Llores Mujer, que tem uma grande referência de No Woman, No Cry, de Bob Marley. “Quando estou estressado, sempre escuto Bob Morley. Eu acho que é muito espiritual e acalma minha alma e me dá paz”, revelou antes de cantar a faixa. “No Woman, No Cry é uma das minhas favoritas e sempre me imaginei cantando. Nunca pensei que sua família iria aprovar”.

Vale destacar que na versão de Anuel, a letra fala sobre a relação com Karol G e o dia que ele a propôs em casamento. Quem assina a batida e produção, é Travis Barker, integrante do Blink 182. “É algo legendário e que sai da minha zona de conforto. Eu quis mostrar às pessoas que posso fazer música além da música de rua”.

https://www.youtube.com/watch?v=uGOP16gYnxY&feature=emb_title
Compartilhe:

0 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *