Ouça a Latina Brasil! Estamos ao vivo 24h por dia.

Desde o lançamento do álbum Las Que no Iban a Salir, Bad Bunny não usou mais as redes sociais com frequência. Seu último post, no final de maio, informava que o cantor se ausentaria das redes.

Você também pode se interessar:
ChocQuibTown lança ‘Qué Lástima’, parceria com Sech
‘Griff’: saiba mais sobre parceria de WC no Beat com ReikVocê também pode se interessar:
Anitta apresenta ‘Tócame’ e fala sobre série no James Corden

Com as eleições nos Estados Unidos se aproximando, o porto-riquenho voltou ao Instagram para compartilhar uma foto do próprio título de eleitor e pedir que seus seguidores não deixem de votar. “Jovens, vocês tem até 14 de setembro para tirar seu título de eleitor para votar no dia 3 de novembro”, escreveu na legenda. “Estamos em um momento crucial da história do nosso país e agora mais do que nunca temos o poder de mudar o caminho de Porto Rico. É a hora para uma mudança de verdade. Chega de abusos vindo dos mesmos dois partidos que tem sequestrado Porto Rico por décadas. Basta do mesmo e o mesmo e o mesmo. Chegou o momento de fazer história. Tire e use [o título de eleitor] sem medo!”.

Porto Rico é um território que faz parte dos Estados Unidos e, nessa quinta-feira (20), o ex-chefe de gabinete do Departamento de Segurança Interna, Miles Taylor, revelou que o presidente Donald Trump tinha intenção de vender ou trocar o território de Porto Rico pela Groenlândia, pertencente à Dinamarca. De acordo com Taylor, o presidente norte-americano considera a ilha um lugar “sujo e pobre” e que a ideia de vendê-lo foi expressada em 2017, quando o próprio governo realizava ações de ajuda depois da devastação na ilha causada por dois furacões.

Em novembro acontece não apenas a eleição presidencial dos EUA, mas também as eleições para Câmera dos Representantes, Senado e disputas estaduais e locais.

Bad Bunny sempre foi um dos artistas latinos que usam sua voz e plataforma para expressar suas opiniões políticas. No ano passado, quando a população porto-riquenha foi às ruas pedir a renúncia do então governador Ricardo Rosselló, o cantor foi um dos rostos e vozes das manifestações. Na época, chegou a cancelar datas programadas da turnê para ficar em Porto Rico até que Rosselló renunciasse.

Compartilhe:

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.