Ouça a Latina Brasil! Estamos ao vivo 24h por dia.

Para quem já consumidor frequente de música latina, é comum falar tanto de Lunay. O jovem de 19 anos tem colaborado com artistas de peso, como em Luz Apaga com Ozuna, Rauw Alejandro e Lyanno. Um de seus maiores destaques, sem dúvida, é Soltera, que em cinco dias de lançamento (março de 2019) alcançou 5 milhões de visualizações. O sucesso foi tanto que Daddy Yankee e Bad Bunny, nomes estabelecidos no mercado latino, participaram do remix da faixa. Não tem como discordar, Lunay é uma das grandes promessas da música urbana da nova geração.

Me Necessita: veja o clipe de PRETTYMUCH com CNCO!
Llane, ex-Piso 21, lança primeiro single Mas de Ti
Bad Bunny, J Balvin e Ozuna são indicados no AMAs 2019

Agora, com vários conselhos da “velha guarda” do reggaetón, Jefnier Osorio Moreno (seu nome real), lançou seu primeiro disco da carreira nessa sexta-feira (25). Épico não poderia ter outro nome, já que o próprio artista revela que deu esse nome ao álbum porque está vivendo “uma fase épica, o que está acontecendo na minha carreira é épico”, disse à Billboard Latina. “Meus fãs pediram mais músicas e era hora de dar mais música… Eu só quero conquistar o coração de todos e mostrar quem é Lunay”. No total, são 14 faixas que percorrem pelo reggaeton, dancehall e influências trap que marcam o estilo do cantor, pronto para se firmar na música urbana. Foram 14 meses de trabalho com muitos colaboradores, como Wisin y Yandel em Mi Favorita e Ozuna e Anuel AA em Aventura. Porém, sua canção favorita é Malas Intenciones, que tem o mesmo “apelo” rítmico de Soltera, uma música pronta para ser hit de fim de ano.

Compartilhe:

0 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *