Ouça a Latina Brasil! Estamos ao vivo 24h por dia.

Nibiru, o terceiro álbum de Ozuna, já era para ter sido lançado. O primeiro single divulgado foi em novembro de 2018, intitulado Luz Apagá em parceria com Lunay, Lyanno e Rauw Alejandro. Nos primeiros dias de 2019, o porto-riquenho lançou o segundo single, Baila Baila Baila, um dos maiores sucessos até agora. No final de janeiro, mais uma canção foi revelada, Cama Vacía. Em março, lançou seu quarto single, em colaboração com Darell, a Vacía Sin Mí.

Entretanto, o disco que estava marcado para ser lançado em abril, acabou ficando para maio. Isso se deu porque Ozuna revelou que não estava satisfeito com o resultado, tão pouco achou que o público iria se satisfazer também. Por isso, optou por adiar o lançamento do material e trabalhar um pouco mais nas próximas músicas. Agora, sabemos que além das parcerias já reveladas, ainda teremos Anitta, Cardi B, Anuel AA e Karol G e mais alguns outros nomes que o cantor não quis revelar.

Na última quinta-feira (25), o artista fez história no prêmio de música latina da Billboard. Além de quebrar o recorde de indicações (23 em 15 categorias), também foi o artista que mais levou prêmios em uma única noite (11). Durante a premiação, de surpresa, Ozuna performou o remix de Baila Baila Baila, ao lado de Daddy Yankee, J Balvin, Farruko e Anuel AA.

Além do marco no Billboard Latin Awards desse ano, Ozuna também apareceu entre as 100 pessoas mais influentes da revista TIME. O cantor está, sem dúvidas, consagrando-se como um dos maiores artistas do gênero urbano na atualidade.

Compartilhe:

0 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.