Ouça a Latina Brasil! Estamos ao vivo 24h por dia.

Shakira está sendo investigada e acusada de sonegar mais de 14 milhões de euros e ter 14 empresas fantasmas em paraísos fiscais na Europa. “As autoridades espanholas sabem mais sobre a cantora colombiana do que qualquer jornalista de tabloide”, afirma o El País.

Desde 2018, Shakira é acusada oficialmente de sonegação de impostos. Assim, ela entrou na “lista” de celebridades baseadas na Espanha que são ou foram investigadas pelas autorais fiscais como Cristiano Ronaldo e Leo Messi. Porém, na época, não conseguiram comprovar que Shakira passou mais da metade do ano no país – o tempo máximo para ficar na Espanha isendo de taxas é de 140 dias.

O El Pais publicou uma matéria detalhada com um verdeiro passo a passo na vida cantora, feito por autoridades espanholas. No relatório da investigação, a inspetora responsável sabe, por exemplo, que Shakira faz o cabelo duas vezes por semana, que o nome de sua professora de zumba é Betsie e que as despesas em restaurantes e hotéis eram pagas por assistentes com um cartão de crédito da American Express. É um dossiê completo, que pode ser cansativo só de dar uma pequena olhada.

Em resumo, a investigação procura provar que a residência principal de Shakira é na Espanha, onde ela não paga os impostos por afirmar que a residência principal fica no Bahamas. Quem “ajuda” nas evidências é, ironicamente, portais de fã-clubes da cantora e o ex-namorado e ex empresário. Foi assim que descobriu-se que em 2011 , Shakira esteve mais de 60 vezes na Espanha e nenhuma no Bahamas. Além disso, também foi assim que reconstruíram o império empresarial da cantora, que tem 14 empresas em paraísos fiscais sugerindo uma “cortina de fumaça para esconder milhões de Shakira”. Um dos motivos alegados para investigação é a data em que a relação da artista com Piqué tornou-se pública.

Entretanto, 2011, ano mais lucrativo da cantora, não faz parte do processo porque o prazo de prescrição já expirou e a cantora já pagou 24 milhões de euros que havia deixado de pagar durante aquele ano, para resolver a questão. Por isso, as autoridades concentram-se nos três anos seguintes, onde Shakira teve um lucro de 34,9 milhões de euros de não pagou o valor de 14,5 milhões aos cofres públicos. No ano passado, ela testemunhou perante o juiz que não morava na Espanha – que, na verdade, não morava em nenhum lugar em particular.

Você pode conferir a matéria completa, com gráficos e mais detalhes aqui.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.